Coltelli Acessórios para Pet - Pet Shop Produtos
Doenças urinárias em gatos

Foto Divulgação
A dica desta semana vai para os donos de bichanos e que frequentemente sofrem com os problemas urinários, extremamente comuns até para o mais bem cuidado dos gatos.

Então vamos entender tudo de importante sobre o assunto:

DTUIF - Doença do Trato Urinário Inferior dos Felinos:

É o conjunto de doenças que podem afetar o trato urinário inferior (bexiga e uretra), muito comum em felinos. Estima-se que 3% dos gatos que vão a uma clínica veterinária demostram sinais desta doença.
Pode afetar a bexiga, causando a cistite (inflamação da bexiga) e a uretra, que é o canal por onde a urina sai da bexiga até o meio externo.
Muitas vezes estas doenças são causadas por cálculos (cristais ou pedras) que se formam na bexiga e podem irritar e ferir a mucosa do trato urinário, ou até mesmo entupir e impedir o fluxo de urina para fora do corpo.



Como são os sintomas?

Normalmente os principais sintomas incluem ato de urinar doloroso, sangue na urina, odor forte na urina.
O proprietário pode reparar que seu gato stá indo com muito mais frequência à caixa de areia, ou está urinando fora da caixa, ele pode ouvir o gato gemer ao urinar e lamber muito a área genital, pode parar de comer e ficar mais quieto, sem querer brincar, trançar as pernas e ficar a maior parte do tempo escondido.
Nos casos mais graves ele vai se esforçar pra urinar mas a urina não vai sair.
Se seu gato apresentar qualquer destes sintomas procure um médico veterinário imediatamente!
Uma obstrução não tratada pode levar o gato rapidamente à morte.



Mas o que causa isso?

Diversos fatores podem causar esta doença, entre eles:

* Estresse
* Obesidade
* Confinamento (Gatos que vivem em ambientes internos tentem a se exercitar menos e por isso bebem menos água e fazem menos xixi, aumentando as chances de problemas urinários.)
* Genética (Ex: Gatos Persas tem mais chances de ter problemas urinários que Siameses.)
* Infecção bacteriana ou viral
* Anormalidades anatômicas
* Dieta (A formação de cristais na bexiga normalmente é influenciado pelo pH, concentração e volume de urina. Normalmente a maior influência neste caso é a alimentação.)

Gatos machos possuem a uretra mais fina e longa, o que o predispõe a ter mais obstrução urinária que as fêmeas. Mas tanto machos quanto fêmeas podem ter infecção urinária.
A idade mais comum de gatos com problemas urinários é entre 2 e 6 anos, mas podem apresentar a doença em qualquer fase da vida.



A Dieta

Altos níveis de matéria mineral e magnésio na dieta já foram apontados como os principais vilões para a formação de cristais. Estudos recentes apontam o pH urinário como principal causador de cristais.
A grande quantidade de corante nas rações vem sendo associada a maior quantidade de cristais urinários também.
Importantíssimo: Ração de boa qualidade + estimular a ingestão de água.

*Algumas rações que são elaboradas para gatos que possuem problemas urinários frequentes possuem maior teor de sal, o que aumenta a sede e a ingestão de água pelos gatos, reduzindo os riscos de DUTIF.

Ajudando seu gato a se recuperar

Se seu gato tiver uma obstrução o médico veterinário tentará remover imediatamente (normalmente através de sonda vesical).
Caso haja infecção do trato urinário, ele prescreverá antibioticoterapia, específica para o trato urinário e para o seu animal.
No caso de cristais de estruvita na urina é importante é importante que a dieta seja altearda, mantendo a urina ligeiramente mais ácida para ajudar a dissolver e impedir que se formem novos cristais.
Para saber qual tipo de cristal seu gato possui na urina, se há infecção urinária e como estão funcionando seus rins, o veterinário pedirá que seja realizado um exame de urina e as vezes um hemograma também.



Aumentar o número de bebedouros pela casa, fontes de água e alimentos úmidos normalmente ajudam seu gato a ingerir mais água.
O aumento de atividade físicas também é altamente recomendado, tanto para aumentar a sede quanto para evitar a obesidade (que leva ao aumento da sedentaridade e vira um circulo vicioso).
Caso após seu gato seja tratado com sucesso da doença e a dieta e os hábitos não forem modificados ele vai ter esse problema repetidamente.

Portanto, lembrem-se: É melhor gastar um pouco mais com prevenção que gastar muito mais com tratamento.

Blog Dicas Animais

Veja Mais
  Tremor de cabeça idiopático em cães


  Hoje comemora-se o Ano Novo.


  Hoje comemora-se o Natal.


  Preparação física dos cães


  American Staffordshire Terrier


  Venha adquirir um de nossos produtos na Coltelli


  Que tamanho vai ficar meu filhote?


  Dia Mundial da Gentileza


  Minha gata não gosta de colo, será que ela não gosta de mim?


  Dia das Crianças


  O que você precisa saber antes de comprar um cachorro


  Dia dos Animais


  Seja legal cuide das bolas de pelos do seu gatinho


  Como estão os olhos do seu cachorro


  Dia do Médico Veterinário


  Dia do Irmão


  Socorro: meus cachorros só brigam!


  Veja como escolher o bebedouro ideal para o seu gato


  Adotei um animal e me arrependi. O que fazer?


  15 Mitos e verdades sobre cães e gatos


  Será que sou a pessoa que meu pet acha que sou?


  Confira técnicas incríveis para seu cachorro fazer xixi no lugar certo


  Dê adeus aos móveis arranhados com 6 dicas simples


  Meu peludo é uma fera, mas queria que fosse bela


  Racismo e preconceito no mundo animal


  Como é o olfato do cão?


  Meu peludo é uma fera, mas queria que fosse bela


  Em que os cães se assemelham aos humanos?


  Dia dos Animais


  Dia internacional da Mulher


Proximo >
Coltelli Acessórios para Pet - Pet Shop Produtos
Coltelli Acessórios para Pet - Pet Shop Produtos